Tipos de Cirurgia Bariátrica

Tipos de Cirurgia Bariátrica

Quando falamos de  cirurgia bariátrica  ou cirurgia da obesidade, referimo-nos a um conjunto de diferentes técnicas cirúrgicas que são divididas em três grupos de acordo com o seu principal mecanismo de atuação:

Cirurgias restritivas: o principal mecanismo de ação é a restrição a ingestão de maiores volumes alimentares. Como exemplos, pode-se citar a Banda Gástrica Ajustável Laparoscópica e a Gastroplastia Sleeve ou em Manga. No caso da técnica sleeve, além da restrição, observa-se uma redução da fome e compulsão alimentar em virtude da exclusão do fundo gástrico, principal sítio produtor de Ghrelina.

Cirurgias disabsortivas: apesar da maioria das técnicas apresentar um componente restritivo, o principal mecanismo de ação é a importante redução da absorção de nutrientes através de extenso desvio intestinal. Em média, a área de absorção de nutrientes é reduzida para menos de 1 metro de intestino distal. Como exemplos, pode-se citar as técnicas de Scopinaro, Duodenal-switch, SADI.

Cirurgias mistas: como o próprio nome já indica, as técnicas bariátricas mistas apresentam tanto um componente restritivo quanto um componente disabsortivo. Entretanto, o componente disabsortivo não é tão extenso quando nas técnicas descritas anteriormente. A cirurgia de Fobi-Capella e a gastroplastia vertical com bypass gástrico em Y de Roux são exemplos deste grupo, sendo que a primeira técnica apresenta um anel de contensão.

Cirurgias Bariátricas Revisionais: são indicadas quando necessita-se de uma reoperação bariátrica, seja por complicação da técnica anterior, seja para conversão de uma técnica em outra.