Cirurgia de Hérnia Abdominal

Cirurgia de Hérnia Abdominal

Saiba agora tudo sobre a cirurgia de hérnia abdominal: quem pode fazer a cirurgia, suas indicações e os cuidados necessários no antes e no pós-cirúrgico. Além disto, você ainda toma conhecimento de várias outras informações importantes sobre este assunto.

O que é Cirurgia de Hérnia Abdominal?

As cirurgias de hérnia abdominal são procedimentos cirúrgicos realizados para a correção dos defeitos herniários da parede abdominal, podendo ou não ser necessário a colocação de uma tela para o reforço de uma musculatura já fragilizada. As hérnias abdominais são responsáveis por muitos casos de dores abdominais devido a episódios de encarceramento, afastamento do trabalho e, se não reparadas, podem causar problemas mais graves. Portanto, realizar a cirurgia é importante para a saúde e a qualidade de vida do portador. Salvo raras situações, “uma hérnia diagnosticada deve ser considerada uma hérnia operada”.

O que é a Hérnia Abdominal?

A hérnia na parede abdominal é uma doença que ocorre quando há o escape ou protusão de uma víscera através de uma área de fraqueza, defeito anatômico ou orifício da parede abdominal. As hérnias de parede abdominal podem estar presentes em qualquer localização, sendo que as mais frequentes costumam surgir na virilha (região inguinal) e no umbigo:

  • Hérnia inguinal: É a mais comum entre as hérnias e ocorre na virilha. A maioria dos pacientes com este problema são homens. Quando a protusão do conteúdo herniado se direciona para o testículo, denomina-se de hérnia inguinoescrotal. Nas mulheres, deve-se sempre pesquisar a presença de hérnia femoral associada.
  • Hérnia umbilical: Como o próprio nome diz, ela ocorre na região da cicatriz umbilical.
  • Hérnia incisional: São os defeitos herniários resultantes de rompimento e fragilidade de rafias musculares de cirurgias prévias. Aparecem nos mesmos locais das incisões do procedimento anterior.
  • Hérnia epigástrica: Surge na linha média do abdômen, na região acima do umbigo.
  • Hérnias lombares (Petit e Grynfelt): São defeitos herniários secundários a fragilidade da parede muscular da região lombar.

Sintomas das hérnias

A maioria dos casos de hérnias são assintomáticas. Muitas vezes são diagnosticas em avaliações de rotina por outras causas. Entretanto, podem se tornar sintomáticas espontaneamente ou em situações em que há aumento da pressão abdominal (esforços físicos, tosse, força para evacuar, etc), forçando a víscera a sair pela área de fraqueza da parede abdominal. O resultado são dores na região da hérnia e abaulamento no local.

Eventualmente, a primeira manifestação clínica de uma hérnia ocorre quando há encarceramento da víscera, resultando em quadro obstrutivo e necessidade de cirurgia de urgência.

É importante ressaltar que os sintomas não são contínuos, eles podem surgir e desaparecer espontaneamente.

Quando a Cirurgia de Hérnia Abdominal deve ser realizada?

Toda hérnia deve ser tratada com cirurgia. Sendo assim, uma hérnia diagnosticada deve ser considerada uma hérnia operada. Isso porque, quanto mais precoce for realizada a cirurgia de hérnia abdominal, melhor. Em alguns casos, inclusive, o procedimento precisa ser feita com urgência.

Quanto mais tempo o paciente ficar com a hérnia, mais difícil será a cirurgia e maior será o risco de complicações. Por isso, descarte outros métodos paliativos, que não serão eficientes como o uso de cintas, repouso, fundas, etc.

Casos de urgência

Em alguns casos, a víscera pode ficar presa no orifício da hérnia sem conseguir voltar à posição normal. Quando isto acontece, a circulação sanguínea é bloqueada e pode provocar até a necrose do tecido. Os sintomas, neste caso, são dor contínua, náuseas e vômitos. Se isso acontecer, procure um pronto-atendimento com urgência.

Como é feita a Cirurgia de Hérnia Abdominal?

Você e o seu médico podem optar por cirurgia aberta, cirurgia laparoscópica ou a cirurgia robótica. Estas duas últimas são técnicas menos invasivas, com menor trauma tecidual e com mais rápida recuperação. No caso da cirurgia minimamente invasiva, a anestesia empregada é a geral.

Dentre as vantagens das técnicas minimamente invasivas, pode-se citar:

1 – Menor trauma tecidual;

2 – Menor sangramento;

3 – Menos dor pós-operatória;

4 – Rápida recuperação pós-operatória;

5 – Retorno mais precoce as atividades cotidianas;

6 – Possibilidade de identificação no trans-operatório de outros defeitos herniários não identificados nas avaliações pré-operatórias, sendo realizada a correção no mesmo tempo operatório.

Todas essas vantagens da cirurgia minimamente invasiva são otimizadas pela técnica robótica. A via robótica tem sido a técnica de escolha na correção de hérnias ventrais e incisionais.

É parte fundamental do tratamento cirúrgico dos defeitos herniários, a utilização de próteses ou telas biologicamente inertes para o reforço da parede muscular.

Riscos

Normalmente, as cirurgias de hérnias de parede abdominal são bem toleradas e têm baixo índice de complicações, principalmente quando realizadas por técnicas minimamente invasivas. Entretanto, a dor pós-operatória e o seroma são mais observados na cirurgia aberta.

Existe risco de ficar com a tela no corpo?

Não. As telas são consideradas biologicamente inérteis, sendo assim, não apresentam reações alérgicas ou risco de rejeição.

Uma hérnia pode voltar?

Sim, em alguns casos a hérnia volta, mas é raro. O repouso orientado pelo seu médico é fundamental para a adequada cicatrização.

Pós-operatório

Após a cirurgia de hérnia abdominal, o paciente já pode voltar para casa no mesmo dia ou no dia seguinte. Mas é importante não fazer esforço físico nas primeiras semanas de pós-operatório.

Em casos raros, podem ocorrer dores, lesões de nervo, infeções e, às vezes, até recidiva da hérnia. Por isso, fique atento à sua recuperação e, ao sinal de qualquer problema relacionado, volte ao seu médico. De qualquer forma, em torno de uma semana após a cirurgia é necessário que retorne ao consultório para fazer uma revisão cirúrgica.

Saiba mais sobre a Cirurgia de Hérnia Abdominal

Se ainda ficaram dúvidas, entre em contato com a equipe do Dr. Rodrigo Fabiano Guedes Leite. Teremos o prazer em atendê-lo e esclarecer quaisquer inseguranças com relação à cirurgia de hérnia abdominal.

Contato:

NEOBAROS – Cirurgia da Obesidade e Diabetes e Cirurgia Digestiva Minimamente Invasiva e Robótica

(31)99562-8411
(31)3658-7923
contato@bariatricaemetabolicabh.com.br
Formulário de Contato

Conteúdos Relacionados