.

Cirurgia do Esôfago

Cirurgia do Esôfago BH

Conheça a Cirurgia do Esôfago

No artigo de hoje, você irá descobrir alguns detalhes interessantes sobre a cirurgia do esôfago: o que é, quais são os benefícios oferecidos, para quem ela é indicada, entre outros.

O que é Esôfago?

O esôfago é um conduto musculomembranoso que faz parte do sistema digestivo. Fica localizado dentro do tórax humano, mais precisamente entre a coluna vertebral e a traqueia. Muito importante para o processo de digestão, o esôfago faz a ligação entre outras duas partes desse sistema: a faringe (garganta) e o estômago. Ele é constituído por mucosa, submucosa, muscularis. Tem como finalidade realizar o transporte de alimentos da etapa anterior da digestão para a próxima. Ou seja, através de seus movimentos musculares, ele empurra a comida que chega da mastigação para o estômago.

Doenças do Esôfago

O esôfago pode ser acometido por diversos problemas, como doenças e irritações, causando incômodo ao paciente ou, até mesmo, privando-o de realizar a digestão de forma normal. Conheça alguns dos problemas mais frequentes que ocorrem nessa região e quais os tratamentos indicados.

Acalasia

A acalasia é um distúrbio esofágico neurogênico em que o esôfago para de realizar o movimento de contração que transporta o alimento da orofaringe até o estômago. Isso ocasiona dificuldade na ingestão de alimentos. A longo prazo, pode evoluir até mesmo para  dilatação do esôfago. No nosso meio, a Doença de Chagas é uma causa importante. Causas idiopáticas (sem etiologia definida) são observadas.

O tratamento da acalasia em estágios mais brandos pode ser realizado com base em uma alimentação mais leve, e também com a utilização de alguns medicamentos indicados pelo seu médico. Já os casos mais sérios devem ser tratados através de tratamentos endoscópicos ou cirúrgicos.

Refluxo gastroesofágico

O refluxo gastroesofágico é um problema que resulta da passagem do conteúdo ácido do estômago para o esôfago, levando a lesão crônica deste.

O sulco gástrico existente no estômago que ajuda no processo de digestão sobe para o esôfago, causando sensações como queimação, pirose e, até mesmo, causando lesões graves nos casos mais evoluídos. Sintomas atípicos com manifestações respiratórias podem ser observados (asma refratária, infecções respiratórias de repetição, rouquidão). Normalmente observa-se a presença de hérnias de hiato associadas ao quadro clínico.

O tratamento para refluxo gastroesofágico, nos casos iniciais, deve ser feito com mudanças nos hábitos alimentares e na rotina do paciente. Pode também envolver o uso de alguns medicamentos previamente indicados por especialista, como: antiácidos e procinéticos (aceleradores do esvaziamento gástrico).

Para os casos mais graves ou refratários ao tratamento clínico, avalia-se a  necessidade de intervenção cirúrgica.

Câncer de esôfago

O câncer de esôfago é uma doença que pode surgir por vários motivos, como o tabagismo, o alcoolismo, entre outros.  O refluxo gastroesofágico não tratado adequadamente pode evoluir para o aparecimento do esôfago de Barret, que é considerado lesão grave e com grande potencial de malignidade para o aparecimento do adenocarcinoma esofageno.

O paciente apresenta dificuldade de engolir alimentos inicialmente sólidos, associada a emagrecimento importante.

O tratamento do câncer de esôfago vai depender do estágio da doença.O tratamento cirúrgico envolve a retirada de grande parte do esôfago.

Dica importante

Somente um profissional competente no assunto poderá indicar o melhor tratamento para os problemas na região esofágica. As informações acima são apenas para conhecimento geral sobre o assunto, e qualquer dúvida mais específica sobre uma situação em particular deve ser tirada em uma conversa com o especialista.

Saiba mais sobre a Cirurgia do Esôfago

Contato:
(31) 99562-8411
contato@bariatricaemetabolicabh.com.br
Formulário de Contato

Conteúdos Relacionados