Cirurgia Metabólica (Ou Cirurgia do Diabetes Mellitus Tipo 2)

O que é a Síndrome Metabólica?

Considera-se como Síndrome Metabólica a associação de fatores de risco metabólico que se manifestam num indivíduo e aumentam o risco de eventos cardiovasculares (infarto cardíaco), cerebrovasculares (derrames) e diabetes melitus tipo 2.

A Síndrome Metabólica tem como base a resistência periférica à ação da insulina, sendo também denominada síndrome de resistência à insulina. A insulina age menos nos tecidos, obrigando o pâncreas a produzir mais insulina e elevando o seu nível no sangue. Alguns fatores contribuem para o seu aparecimento: os genéticos, excesso de peso (principalmente na região abdominal) e a ausência de atividade física.

O diagnóstico da síndrome metabólica é dado quando três ou mais dos seguintes fatores de risco estiverem presentes numa mesma pessoa:

  • Grande quantidade de gordura abdominal (circunferência abdominal maior que 102 cm em homens e maior que 88 cm em mulheres).

  • Baixo HDL (“bom colesterol”) – Em homens menos que 40mg/dl e nas mulheres menos do que 50mg/dl.

  • Triglicerídeos elevado (nível de gordura no sangue) – 150mg/dl ou superior.

  • Hipertensão arterial sistêmica (Pressão sanguínea alta).

  • Glicose de jejum elevada (110mg/dl ou superior).


Agendamento de Consultas

Tem vontade de fazer uma cirurgia? Para sanar suas dúvidas, agende uma consulta para se informar sobre os procedimentos e fazer um diagnóstico.

Leia Mais